Notícias em Destaque

PRF terá semana de Luta contra os ataques aos servidores
Por: 05 de Novembro de 2017 em: Notícias em Destaque

O SINPRF-SP, unido a centenas de sindicatos de todo o Brasil, conclama para uma semana de trabalho na construção deste dia 10 de Novembro como um Dia Nacional de Luta contra a tentativa de retirada de direitos pelo governo Temer: cada PRF, cada servidor público, cada cidadão precisa entender que somente a participação ativa na vida política da nação poderá refrear os ataques aos trabalhadores.

A grande imprensa tenta gerar uma desconfiança da população contra os sindicatos, acusa as entidades de estarem acuadas, insinua que estão silentes e que são coniventes, mas é esta mesma imprensa, que vive das verbas da propaganda oficial, que faz a propaganda das reformas, todos os dias, por todos os meios. Em quem acreditar? Na mídia que diz que as reformas são necessárias e que os sindicatos estão vendidos? Ou nos próprios colegas que, em cada categoria, tem feito aos poucos ruir esta farsa?

Cada um sabe a resposta.

Vamos intensificar a luta em repúdio à fragilização do serviço público e ao enfraquecimento da PRF. A Mobilização Nacional é necessária para demonstrarmos a força e a união dos servidores e atuarmos contra as medidas anunciadas pelo governo federal, e o dia 10 será importante para impulsionar a sociedade na construção de um novo dia de Greve Geral.

 

No Dia de Mobilização Nacional vamos lutar contra as medidas que afrontam direitos dos servidores. Entre elas:

 

- A Medida Provisória 805, que adia para 2019 a próxima parcela da recomposição salarial que seria paga em janeiro de 2018;

- A elevação de 11% para 14% da contribuição previdenciária dos servidores;

- O Programa de Desligamento Voluntário (PDV) no Executivo Federal;

- A proposta que visa limitar em R$ 5 mil os vencimentos iniciais de diversas carreiras do serviço público;

- A ampliação para 30 níveis das tabelas de progressão;

- O Projeto de Lei do Senado 116/2017, que permite a demissão de servidores estáveis por insuficiência de desempenho;

- A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, da reforma da Previdência, que dificultará o acesso à aposentadoria para todos os trabalhadores do País;

- A extinção de 60 mil cargos vagos do Executivo Federal

 

Os PRFs organizados em seu Sistema Sindical, que em 2015/2016 conseguiu arrancar do governo uma recomposição salarial que atenuaria as perdas acumuladas nos últimos anos em uma campanha vitoriosa em meio à adversidade do momento, mais uma vez, mostra a sua força e a sua capacidade de reação.


Em menos de três dias da publicação da MP 805 temos, dentre outras atitudes:

 

1) Duas Ações Judiciais contra a MP 805 em fase de coleta de procurações dos SinPRFs.

2) Duas Emendas ao texto da MP 805 propostas pelo Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PRF, dep. Hugo Leal.

3) Uma Emenda ao texto da MP 805 proposta pelo Senador PRF José Medeiros.

4) Participação em encontros e congressos de diversas Centrais Sindicais, onde foi convocado o Dia Nacional de Mobilização no dia 10/11 para a construção de uma nova GREVE GERAL.

5) Organização de mobilizações sindicais para o dia 08 de novembro, quarta-feira, em Florianópolis/SC, por ocasião dos Jogos de Integração Centro-Sul- Sudeste.

6) Mobilização dos SinPRFs e da FenaPRF para aumentar o engajamento da BASE PRF nas atitudes coletivas necessárias ao enfrentamento do PACOTE DE MALDADES TEMER.

 

Os canais que comunicação do SINPRF-SP continuam permanentemente abertos, e agora mais do que nunca. A troca de ideias, de informações, o contato permanente vai permitir que estejamos juntos em cada passo.