Notícias em Destaque

Sem quórum para aprovar Reforma da Previdência, governo recua
Por: SINPRF-SP 20 de Dezembro de 2017 em: Notícias em Destaque

Com dificuldades em obter de sua base aliada 308 deputados votando a favor da Reforma da Previdência, o governo de Michel Temer recuou na votação do tema. No último dia 13, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), concordaram em deixar o tema para o ano que vem.

Em entrevista concedida, Jucá disse: “Hoje [14] será votado o orçamento federal, e forçosamente na próxima semana não haverá um quórum da forma como queremos para votar a reforma da previdência, que aguardará mais alguns dias para ser votada, ou em fevereiro, ou até se houver entendimento entre os presidentes das duas casas, em uma convocação extraordinária”, disse o senador.

Antes do anúncio, Rodrigo Maia tinha a perspectiva de iniciar a apreciação da reforma no último dia 14. Já Eunício Oliveira havia afirmado que a matéria só entraria na pauta da Casa no ano que vem.

Como a reforma trata-se de uma emenda constitucional, precisa do apoio de dois terços dos deputados e senadores, em votação realizada em dois turnos.

Mobilização

Graças ao movimento que vem sendo realizado pelo sistema sindical com o apoio de toda a sociedade, que se utiliza do slogan: “Eu não voto em quem vota a favor da Reforma da Previdência”, o projeto tem encontrado bastante resistência entre os parlamentares, que se encontram temerosos de perder votos nas eleições de 2018.

“Estamos nos mobilizando e precisamos cada vez mais do apoio de todos os nossos sindicalizados e familiares, para deixarmos claro aos nossos parlamentes de que não votaremos em quem votar a favor da reforma da previdência. O recuo do governo demonstra a força que nossa sociedade possue quando está unida em defesa de seus direitos. Neste momento precisamos continuar coesos em nossas campanhas”, explicou o presidente do SINPRF-SP, Fábio Luís de Almeida.

Campanha facebook

Utilizando-se das mídias sociais, o SINPRF-SP iniciou uma campanha contra a Reforma da Previdência. Por meio de um filtro temático para a foto do perfil, qualquer usuário de redes sociais divulga o banner criado pelo sindicato com um recado bem claro aos parlamentares: “Reforma da Previdência: Eu não voto em quem vota a favor”.

Para participar da campanha, basta acessar o site: https://twibbon.com/Support/não-à-reforma-da-previdência-25.

E-mails

O envio de e-mail a todos os deputados federais de São Paulo em busca de apoio na defesa dos direitos dos policiais rodoviários federais também faz parte das estratégias digitais que estão sendo utilizadas.

Para tanto, basta o PRF enviar o e-mail padrão para os parlamentares da bancada paulista.